Recent Posts

Magazine

Smoke

Natural

Feature

Video News


 
 
Cada um que passa em nossa vida passa sozinho...
Porque cada pessoa é única para nós,
e nenhuma substitui a outra.
Cada um que passa em nossa vida passa sozinho,
mas não vai só...
Levam um pouco de nós mesmos
e nos deixam um pouco de si mesmos.
Há os que levam muito,
mas não há os que não levam nada.
Há os que deixam muito,
mas não há os que não deixam nada.
Esta é a mais bela realidade da vida...
A prova tremenda de que cada um é importante
e que ninguém se aproxima do outro por acaso...
 
Autor: Antoine de Saint Exupèry

  Era uma sala bem iluminada, com decoração aconchegante e pessoas sofisticadas circulando entre objetos raros e caros. Várias cadeiras cuidadosamente arrumadas em filas, prontas para o grande leilão que estava para começar. 


Esquecido em um canto, entre quadros e porcelanas, descansava um velho violino. Com a pintura mostrando sinais de uso e seu estojo revelando anos de viagens pelo mundo, o antigo instrumento era ignorado por todos. Todos, menos um senhor de cabelos bem brancos, barba cuidadosamente aparada e terno elegante, que observava aquele objeto com um brilho maroto nos olhos.
 
Teve início o grande leilão. Lances milionários eram lançados ao ar com a facilidade que as grandes fortunas permitiam. Objetos do desejo de muitos eram arrebatados pelo dinheiro de poucos. Lances vinham, lances iam, chegara a vez do violino.
 
Apesar dos esforços do leiloeiro, ninguém se interessava por um velho instrumento que parecia ter pouco valor de revenda, muito menos serviria como decoração. Todos continuavam desprezando aquilo que, para eles, era apenas um objeto qualquer. Todos, menos o senhor de cabelos bem brancos, barba cuidadosamente aparada e terno elegante.
 
Calmamente, ele pediu licença para experimentar o violino, tocá-lo, “só para tirar uma última dúvida” dizia. Então, num gesto reverente e suave, tomou o objeto em uma das mãos, o arco em outra e iniciou uma doce melodia. O que antes era um simples objeto revelou-se pura magia. Aquele violino, tocado pelas mãos de um mestre, passara rapidamente da posição de desprezado para a de objeto de desejo. Nas mãos daquele senhor, libertara seu potencial e encantava a todos com notas de fantasia.
Todos passaram a querer o velho violino, todos desejavam agora possui-lo. Todos, e também o velho senhor, que não queria nenhum objeto aquela noite, apenas o violino de seus sonhos, aquele que habitara seu coração durante uma vida inteira de concertos e grandes espetáculos, aquele Stradivarius “perdido”, que aparecera jogado em um canto de uma sala de leilão. O lance mais alto naquele dia foi o dele, pois, naquele leilão, onde as pessoas compravam objetos, ele estava comprando seu próprio sonho.
---
Por que tratamos nossos talentos como este velho violino? Por que esperamos uma vida para que alguém, um dia, acredite em nosso potencial e desperte nosso talento?
Seja seu próprio senhor de cabelos bem brancos, barba cuidadosamente aparada e terno elegante. Antes que seja tarde, toque os velhos violinos que você guarda nos cantos escuros de seu coração. Nunca espere que alguém compre seu sonho, você é que deve dar o lance mais alto no leilão diário de sua vida.

Fonte: Breno Isernhagen - www.semmaisdesculpas.com.br

  A vida é feita de decisões. 
O que nos torna humanos é poder tomar estas decisões sem saber de todos os fatos, sem ter todas as cartas nas mãos.
O que nos possibilita isto é uma bênção, uma dádiva que nos manteve vivos nos momentos mais difíceis de nossa história: fé.
Pelo menos uma vez na vida, todos nós seremos expostos a situações em que não existirá nenhuma opção agradável a ser escolhida. Momentos nos quais nosso coração ficará apertado, angustiado, onde teremos vontade de gritar para os céus e perguntar “por que eu?”.
Existem situações que só farão sentido quando muitos anos tiverem se passado. Outras jamais farão sentido algum. Talvez elas estejam ali para te ensinar humildade, talvez para despertar sua coragem, com certeza para forjar seu caráter, mas acima de tudo, os desafios em sua vida estarão ali para testar sua fé.
A vida tem mecanismos que estão além de nossa compreensão. Se quisermos achar uma explicação para tudo, colheremos apenas angústias e decepções.
Chegarão momentos em que você terá que se atirar no escuro, confiando que algo maior vai cuidar de ti. Momentos em que você não saberá o que te espera, nos quais sua única companheira confiável será uma prece.
Quando a vida quiser tomar suas esperanças, proteja na fortaleza de seu caráter a mais preciosa de todas as jóias: a sua fé, a sua esperança de que tudo, absolutamente tudo, vem para o bem.
Ande com fé, meu amigo. Ela carregará o peso que agora está sobre seus ombros.
Ande com fé. A vida não ficará mais fácil por isso, mas você passará a ter certeza de que, no final, tudo terá valido a pena.

Fonte: Breno Isernhagen - www.semmaisdesculpas.com.br


Ansiedade é a preocupação vestida em esporte-fino. Se fosse uma reunião de negócios se chamaria “stress” e se vestiria com um terninho. Se fosse um baile de gala, se vestiria de “crise existencial”, de vestido longo, luvas e chapéu.
O grande problema da ansiedade é que, em geral, não sabemos que estamos ansiosos.
Como nossa mente é um mecanismo auto-organizador, quando ela nota que estamos ansiosos e não fazemos nada a respeito, ela imediatamente põe em ação algum mecanismo de fuga, como o cigarro, um drinque ou uma barra de chocolate. Em curto prazo, estes mecanismos acalmam a pessoa, mas acarretam uma série de outros problemas muito mais sérios, que irão resultar em maior ansiedade, por problemas ainda maiores, no futuro: um câncer, o alcoolismo ou obesidade.
Não posso tratar plenamente sua ansiedade, isto é trabalho para um bom psicólogo, mas posso dar duas boas dicas para acalmar os ânimos.
Primeiro: PARE, retire-se para um local o mais tranqüilo possível (pode ser o banheiro mesmo), sente-se confortavelmente, feche os olhos e comece a prestar atenção em sua respiração, procurando diminuir e compassar seu ritmo. Por que a respiração é importante? Porque você só respira no presente. Quando você se concentra em sua respiração, inconscientemente se concentra no tempo presente, parando de focar nos erros do passado ou nas incertezas do futuro.
Segundo: acostume-se a fazer afirmações positivas. É algo bobinho, mas funciona. No entanto, existe um segredo: use frases que o seu coração entenda, não apenas seu cérebro. Como assim? Quando você fala “eu sou um vencedor”, o resultado é sentido pelo seu intelecto, você pensa que é um vencedor. Quando você fala “eu me sinto como um vencedor”, você está falando de sentimentos. Ansiedade é um sentimento, portanto só pode ser anulada com um remédio emocional. Seu coração precisa se acalmar, para que seu cérebro continue a funcionar.
 
Então! Tá mais calminho? Então vista sua ansiedade com um biquíni, passe um protetor solar nela e deixe ela tomar um sol, senão ela vai acabar com as suas unhas.

Fonte: Breno Isernhagen

Dando a volta por cima...



Espero que minha experiência nesta área possa ajudar àqueles que em algum momento passar pela situação de estar fora do mercado de trabalho, por qualquer motivo que seja.

Sempre acreditei que pessoas competentes e com vontade de trabalhar não ficam sem trabalho. Também tenho a certeza que as coisas só podem ser boas para os dois lados envolvidos.

Ocupava eu a posição de gerente administrativa e comercial de uma indústria de montagem de painéis elétricos em Contagem MG, já a 4 anos.

Fizemos uma excelente venda, porém o cliente só pagou 50% do que devia gerando com isso enormes problemas financeiros.

Reunimo-nos para decidir as medidas a tomar para passar por esta tempestade.

Precisávamos cortar despesas e o setor onde estas eram mais altas eram no setor de pessoal, naquele momento cabeças precisavam rolar.


Após diversas considerações, principalmente o fato de termos nossa capacidade de industrialização em seu melhor momento, com muitos pedidos em casa, cheguei à conclusão que a pessoa que deveria ser dispensada era eu mesma.

Não tinha medo disso e naquele momento era o melhor para a empresa. Vejam acima, no segundo parágrafo, algumas de minhas crenças.

Estava estruturando a empresa para sair e montar uma filial em Salvador, já que meu maior objetivo era voltar para a Bahia, terra que havia me apaixonado quando morei lá. Sem grana a empresa não poderia montar esta filial. Havia implantado a ISO 9001, um depto. de vendas e diversos processos que indicavam que a empresa poderia andar sem minha presença.

É claro que mesmo ganhando bem tinha certeza que dava lucro para a empresa, mas o meu era o maior salário e cortando este daria certa folga naquele momento crítico.

E aí o que fazer desempregada? Nem no sonho imaginava que isto iria acontecer... Vejam como foi isso:

Primeiro precisava assimilar a idéia, e isto teria que ser rápido;

Depois pensar no que tinha que pagar. Tinha diversos compromissos financeiros: duas filhas na faculdade (o ex-marido, pai das duas não ajudava em nada) estava fazendo MBA por conta própria no IBMEC, pagava prestação de carro, de apartamento, ajudava meus pais. Enfim as despesas eram grandes;

Estudar minha situação financeira para ver como cumprir com os compromissos. Não tinha carteira assinada, portanto nada de FGTS. Se eu estava saindo porque a empresa estava com problemas financeiros é claro que meu acerto foi com pagamentos parcelados.

Isto sem falar que boa parte de meu pagamento era comissão, e a parcela referente à venda que causou tudo isto foi por água abaixo na parte que não haviam recebido e eu já contava com tal comissão;


Planejar o que fazer naquele momento, como chegar ao futuro sem muita dor de cabeça;

Estruturar-me emocionalmente para ficar um tempo em casa. Tinha 47 anos, o que sabia iria dificultar minha entrada nas empresas.

Aí fiz o seguinte:

Tinha consciência que ficar em casa sem fazer nada iria com certeza abaixar meu moral e aumentar minhas preocupações.

Precisava urgentemente ter alguma atividade para o período sem emprego.


Como tinha planejado ser palestrante quando me aposentasse, ou seja, deixasse de trabalhar só para uma empresa por vez, pensei que estava na hora de planejar melhor tal atividade.

Rapidamente enxerguei que para conseguir ter sucesso nesta atividade precisava escrever um livro, o que me daria muito mais credibilidade.

Assim, durante dois meses procurei algumas pessoas que poderiam me ajudar a me recolocar no mercado e escrevi um livro. Foi uma experiência fantástica, ler livros novos, reler outros que achava importantes, pesquisar na internet e em bibliotecas.

Enfim, quando vi estava com um emprego arrumado e há dois meses trabalhando uma média de 16 horas por dia de domingo a domingo escrevendo o livro.

Deixo as seguintes dicas:

Primeiro não se deixe abater pelo desespero, as empresas não querem saber que você precisa delas, querem saber o que pode fazer por elas;

Saiba que empresas que só empregam pessoas que estão precisando de trabalho, aqueles coitadinhos, não querem pagar o que valem. Empresas que querem profissionais competentes e que pagam o que estes merecem, buscam no mercado aqueles que podem ajudá-las a crescer;

Jack Welch, ex CEO da GE e considerado o maior executivo do século passado, diz que 10 % dos profissionais nas organizações estão prontos para serem mandados embora. Então, se você foi dispensado porque a empresa precisava diminuir o número de colaboradores em algum momento de crise, provavelmente fazia parte destes 10%. As estrelas, aquelas que ajudam a empresa a ir para frente ficam.

Mesmo em momentos de crise. Analise onde errou. Veja como estava agindo nos últimos tempos em seu trabalho. Aprenda com seu erro!


Organizações precisam dar lucro e, portanto não podem ficar olhando o que você fez no passado, precisam ver quais são seus resultados no momento;

Monte uma estratégia para passar pelo processo de seleção. Alguns levam meses e o que mais tira pessoas de vagas onde com certeza poderiam ter sucesso é o lado psicológico e não o conhecimento. Você precisa falar a verdade, mas pode mudar a sua forma de ver esta verdade e assim conseguir reverter a situação. Evite ser um derrotado. Procure mostrar que aprendeu com o erro e cresceu como profissional. Seja um otimista e não um pessimista. Mostre o que pode fazer de bom pela empresa;

Converse com ex-colegas e ex-chefes, descubra onde errou e mude para melhor. Dizem que pau que nasce torto morre torto. Já que você não é pau pode mudar. Só não erra quem não faz!

Coloque o poder de seu subconsciente para trabalhar para você. Imagine como deve ser seu emprego ideal. Peça tudo que achar importante. Acredite, você merece! Só não peça pensando somente em você, porque negócios bons para um lado só, acabam.

Não fique lamentando o que passou, senão não vai enxergar as novas oportunidades que irão aparecer;

Peça ajuda. Procure as pessoas que você acha que pode te ajudar e ofereça trabalho. Mas tome cuidado porque ninguém irá te indicar se não confia em você.

E tenha sucesso!

Sonia Jordão

 


Ao contrário do que muitos dizem, os jovens estão cada vez mais atentos para o que acontece ao seu redor, já que as informações pulsam de todos os lados, pelas redes sociais, pela internet ou pelos smarthofes. Prova disso é o aumento de 65% entre 2005 e 2010, na procura pelos cursos técnicos, que podem ser um caminho mais curto para a entrada no mercado de trabalho. O ensino profissional já representa 18% de todo o nível médio.

O Instituto Paula Souza, que administra as ETecs (Escolas Técnicas Estaduais), em São Paulo, teve 316 mil inscrições para 93 mil vagas no vestibular em 2012. Isso, por si só, demonstra o quanto os jovens estão preocupados em se adaptar a nova realidade do mercado de trabalho. Com o crescimento econômico em torno de 5% ao ano e com bons índices econômicos frente aos Estados Unidos e aos países europeus, o Brasil segue firme como uma das mais promissoras nações do futuro. Não é à toa que a próxima Copa do Mundo e as Olimpíadas de 2016 vão aportar por aqui. Esse desenvolvimento estimula as empresas a aumentar a produção e, consequentemente, gerar novos empregos.

No entanto, a festa só não é completa por causa de alguns fantasmas que vêm assustando os setores produtivos. Um deles é o apagão de mão de obra qualificada. Apesar de a taxa de desemprego estar em constante queda, a carência de recursos humanos capacitados já prejudica o desempenho de alguns setores, em especial os mais aquecidos, como o da construção civil.

O ensino técnico pode inclusive ser um dos antítodos para formação deficiente dos jovens. Segundo pesquisa da Fundação Dom Cabral, 67% das empresas mostravam dificuldades na contratação de funcionários especializados em 2009, já os dados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) demonstram a falta de 320 mil trabalhadores com qualificação no mercado de trabalho. Com a apliação de vagas no ensino técnico e a conscientização por parte dos governos federal, estaduais e municipais de investir na qualidade do ensino, o Brasil pode vencer o fantasma do apagão. O material humano existe. São jovens sedentos de conhecimento e de oportunidades para se desenvolverem profissionalmente e conquistarem um futuro promissor.

Ponto de Vista de Luiz Gonzaga Bertelli é presidente-executivo do Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE, da Academia Paulista de História - APH e diretor da Fiesp.


Para a maioria das pessoas existem, ou deveria existir vida pessoal e profissional, porém com as tecnologias cada dia mais no nosso dia-a-dia, tanto pessoal como profissional, nos fez perder um pouco essa.

Ainda hoje para muitas empresas a vida pessoal é vista como ponto concorrente na vida do profissional, para o qual o ganho em uma área pode significar uma perda em outra. A partir disso muitos gerentes decidem como a vida pessoal de seus colaboradores devem interagir com a vida profissional, elaborando programas de “desenvolvimento profissional/pessoal”, mas não sejamos ingênuos de pensar que seja apenas com o intuito do bem-estar social, claro que bem-estar é importante, porém o verdadeiro intuito é fazer com que o profissional tome consciência de que hoje não existe real separação entre vida pessoal e profissional.

É verdade essa separação não existe mais, hoje somos profissionais e pessoais ao mesmo tempo, 100% do dia. As empresas estão revendo agora o perfil das pessoas que ela quer trabalhando, quais perfis elas querem associar com suas marcas.

O beneficio ainda é para todos, com metas e alcance de objetivos pessoais e profissionais ao mesmo tempo, isso tem servido de motivação para muitos, porém muitos ainda não entendem como sites e Redes Sociais podem ajudar a empregar alguém e pode ser decisivo ao demitir alguém.
Podemos desenvolver um equilíbrio na nossa vida de forma geral e usar tudo a nosso favor. Eis a receita:

1. Tenha foco e dedique-se ao que faz!
Pergunte-se quais são as coisas que você está fazendo, e dedique-se a isso, tenha um propósito em mente, tenha metas e objetivos, assim faça cumprir em sua vida cada item, cada etapa e não se perca no caminho.

2. Administre seu tempo
Administrar seu tempo é fácil. Coloque no papel, fazendo uma lista, tudo que você deve fazer hoje, e faça cada tarefa por ordem de prioridade, mesmo que você liste fora de ordem. Faça uma prioridade de cada vez e sem desviar seu foco. Ao fim do dia o que não deu para fazer pode esperar até o dia seguinte, pois mostrou-se prioridades para amanhã.
Basta a cada dia seu próprio mal!

3. Ambição e não ganância.
Ambição é o desejo de crescer na vida, de ter bom salário, de poder gastar seu próprio dinheiro sem se preocupar, enfim, isto é saudável. Ganância a paixão por dinheiro, status, luxo e etc, sabemos que paixão é um sentimento incontrolável, qualquer sentimento, então quem ama ao dinheiro a tal ponto de não querer gastá-lo perde, pois é escravo dele.
Para se dar bem nos negócios o melhor é ter ambição e sempre dar o melhor de si, pois o mundo devolve em dobro o que damos a ele.

Tenho certeza que essas dicas ajudarão você no seu dia a dia. Faça o seu melhor, definido prioridades e com foco nos seu objetivos.

Você será um sucesso!

Os 10 mandamentos da Liderança


Por Raul Candeloro
 
Muita gente acha que para ser um grande líder é preciso nascer com as características certas. Mas muitos estudos já foram feitos e provam o contrário: liderança pode ser aprendida!

Algumas pessoas têm, sim, mais facilidade e agem naturalmente da maneira certa. Outras precisam de um pouco mais de estudo e prática, mas são capazes de alcançar o sucesso em um cargo de liderança.
Quando falamos de liderança, uma coisa é certa: é preciso agir da maneira correta para inspirar, motivar e conseguir os melhores resultados da sua equipe. E para isso é preciso que você esteja constantemente aprimorando suas habilidades de líder. 

Leia as dez características de um grande líder, identificadas por Brian Azar. Quantas delas você já tem desenvolvidas? Quantas ainda precisam de uma atenção especial? Lembre-se: para uma organização ter resultados excepcionais, é preciso ter líderes excepcionais que construam equipes também excepcionais.

1. GRANDES LÍDERES COMETEM ERROS E SE RESPONSABILIZAM POR ELE

Ser um grande líder não significa que você não possa cometer erros. Mas sim que você precisa se responsabilizar por eles e rapidamente começar a resolvê-los (ao invés de culpar o primeiro que aparece). Além disso, um grande líder aprende constantemente com esses erros, garantindo que não aconteçam novamente, atrasando a evolução da empresa. 

2. GRANDES LÍDERES CONSEGUEM FICAR "NEUTROS"

Grandes líderes aprendem a ter controle sobre suas emoções, principalmente de nervosismo. Eles não passam insegurança, não intimidam e não tentam controlar os outros. Pelo contrário: agem como pacificadores e neutralizadores. Ao invés de aguçar, acalmam e tranquilizam.

3. GRANDES LÍDERES NÃO EXTERNALIZAM SEUS PROBLEMAS 

Um líder comum, muitas vezes, estressa sua equipe com os seus problemas. Um exemplo típico: os diretores da empresa se reúnem com os gerentes para expor uma situação financeira difícil e pedem colaboração. Muitos líderes voltam correndo para as suas salas e na primeira oportunidade, reúnem a equipe para dizer que a empresa irá passar por um momento difícil, para todos se prepararem para a crise. Como você espera que a equipe trabalhe de uma maneira melhor depois disso? Grandes líderes não expõem todos os problemas (nem da empresa, nem os pessoais) para suas equipes. Muito pelo contrário. É quase que um trabalho de pai e mãe: eles tentam poupar emoções negativas e deixar os problemas de lado. A equipe deve estar focada em vender mais, em produzir melhores resultados. Deve estar focada em soluções, e não em problemas.

4. GRANDES LÍDERES TÊM NÍVEIS ALTOS DE PACIÊNCIA E COMPREENSÃO

 
Grandes líderes permitem que os outros sejam expressivos em suas opiniões e voltados para desafios e oportunidades. Eles sabem que isso ajuda a manter a diversão e a paixão de seus funcionários pelo trabalho. Grandes líderes não estão ocupados demais para ouvir sua equipe. E sabem entender as necessidades, desejos e expectativas de cada um.

5. GRANDES LÍDERES PRODUZEM GRANDES LÍDERES 

Líderes excelentes não se sentem ameaçados sem ter o poder e o controle total de uma situação. Eles sabem que não têm a resposta para tudo e nem precisam ter. Eles sabem como construir e incentivar outros líderes sem medo da competição ou da perda de controle. Excelentes profissionais não temem que seus lugares sejam ocupados, pois sabem que há espaço para mais gente excelente. E quanto mais melhor, pois todo mundo ganha.

6. GRANDES LÍDERES DELEGAM E SABEM QUANDO "SOLTAR"

Grandes líderes se rodeiam de pessoas que têm talentos diferentes, habilidades, estilos de comunicação e diferentes jeitos de pensar. Essas diferenças incentivam a liberdade de expressão, a criatividade, a diversidade e a mudança.

7. GRANDES LÍDERES TÊM UM ALTO SENSO DE PROPÓSITO 

Eles realmente querem incentivar e servir, ao invés de controlar e mandar nos outros. Eles acreditam em um ambiente de trabalho feliz, saudável e produtivo, onde possam ser um recurso valioso capaz de fazer outros profissionais crescerem, e se tornarem o melhor que eles podem ser.

8. GRANDES LÍDERES RECONHECEM E ACONSELHAM SEUS FUNCIONÁRIOS CONSTANTEMENTE 

Grandes líderes dedicam tempo para conversar individualmente com cada membro de sua equipe. Não somente sobre as funções a serem bem desempenhadas, mas também sobre quem eles são e como ajudam uns aos outros dentro da empresa. Grandes líderes sabem o valor e os benefícios de reconhecer sua equipe de diferentes maneiras.

9. GRANDES LÍDERES TÊM INTELIGENCIA EMOCIONAL 

Grandes líderes conhecem a personalidade e as habilidades necessárias para liderar, inspirar, treinar e dirigir as pessoas e suas empresas para o próximo nível. Eles usam inteligência emocional que permite serem assertivos e conseguirem seus objetivos de maneira mais eficiente.

10. GRANDES LÍDERES SÃO AUTÊNTICOS E HONESTOS 

Grandes líderes sabem o impacto e o valor da honestidade e da autenticidade. Eles estão 100% envolvidos com coração, mente e alma. Eles querem fazer uma diferença positiva com sua equipe, sua empresa, seus clientes, seus produtos etc. Eles acreditam em parcerias e alianças com alta qualidade, excelentes pessoas trabalhando juntas para criar relações ?ganha-ganha?.
Veja que para ser um grande líder, não é preciso grandes atos de heroísmo. Nem é preciso mágica ou milagres. Basta que você esteja comprometido com você, com sua profissão, com sua equipe e com sua empresa. E que seu objetivo seja, acima de tudo, ajudar cada um a ser melhor.
Com estas 10 características, você pode agora analisar quais precisam ser mais desenvolvidas. Lembre-se: o poder de ser um grande líder está, acima de tudo, em suas mãos.
A palavra Motivação vem do Latim movere e significa mover. Há vários estudos e definições a respeito, bem como várias teorias. Uma definição de motivação pode ser compreendida como “a condição do organismo que influencia a direção (orientada para um objetivo) do comportamento”. A psicologia da motivação, por exemplo, tem por objetivo explicar por que o indivíduo se comporta da maneira como ele o faz.
 Pode-se analisar a motivação sob duas perspectivas: impulso e atração, que são conceitos opostos entre si. Entender o processo motivacional como impulso implica em dizer que instintos e pulsões são os elementos que levam o indivíduo a ação. Como exemplo desse tipo de motivação, pode-se citar a fome: a necessidade de alimentar-se gera a busca da solução através do comer; Freud e Hull desenvolveram teorias da motivação sob esse conceito, porém isto não é o suficiente para determinar o que a pessoa vai comer (se arroz, feijão ou macarrão). Há outras forças que atuam no ambiente.

A motivação como atração é como uma força que puxa, que atrai. Isto pode ser exemplificado por um objetivo que está num estado futuro, como por exemplo no caso do aprendizado, onde o indivíduo já possui um determinado saber e está em busca de aprimorá-lo, ou desenvolvê-lo, ou ainda conhecer algo novo.

É possível ainda que tais perspectivas se complementem e ajudem a explicar a complexidade do comportamento humano, ou seja, impulso e atração podem explicar muitos dos motivos pelos quais o ser humano se comporta de um determinado jeito.

Há teorias sobre a motivação que afirmam que o ser humano busca o equilíbrio através da resolução de tensões internas, entre buscar situações positivas (prazer) e evitar situações negativas (dor). Essa busca por esse equilíbrio é caracterizado como hedonismo psicológico.

Outra teoria diferencia o estudo sobre a motivação entre motivação intrínseca (gerada por necessidades e motivos da pessoa) e extrínseca (gerada por processos de reforço e punição), porém isto não significa dizer que a motivação intrínseca seja sempre fruto da ação da pessoa nem que a extrínseca seja do ambiente, pois percebe-se que toda e qualquer pessoa se motiva através de uma interação com o meio em que vive, ou seja, está sob influência das condições do ambiente. Ou seja, esses dois tipos de motivação podem aparecer mesclados no comportamento humano, como no exemplo em que uma pessoa estuda um assunto que a interessa (motivação intrínseca) e consegue ainda uma boa nota em uma eventual avaliação acadêmica (motivação extrínseca: reforço).

Aproveitando esse mesmo exemplo, poderíamos supor que o assunto em estudo não fosse de interesse do indivíduo, porém devido condição imposta pelo ambiente (motivação extrínseca), pode-se eventualmente chegar ao mesmo resultado (boa nota).

Walter Longo nos suger:

Administrar com cenouras!

"Existem hoje duas grandes escolas de Administração na análise da motivação corporativa: uma escola que diz que o ideal é botar a cenoura na frente das pessoas, outra escola diz que o negócio é botar a cenoura atrás das pessoas. E essa decisão sobre a posição das cenouras é o que normalmente se discute em Gestão Empresarial." (WALTER LONGO)

No a no de 1854, o presidente dos Estados Unidos fez, a uma tribo do Norte, a proposta de comprar suas terras, oferecendo em contrapartida a concessão de uma outra "reserva". O texto da resposta do Chefe Seattle tem sido considerado através dos tempos, um dos mais belos pronunciamentos a respeito da importância das tradicões. Já li em algum lugar que tal resposta foi falsifiacada por um jornalista, mas isso não tira o valor do que foi dito.

Como é que se pode comprar ou vender o céu, o calor da terra? Essa idéia nos parece estranha. Se não possuíssemos o frescor do ar e o brilho da água, como é possível vendê-los? Cada pedaço desta terra é sagrado para o meu povo. Cada amo, cada punhado de areia do deserto, cada sombra de árvore, cada uma destas coisas é sagrada na memória de meu povo.

Os mortos homem branco esquecem sua terra de origem quando vão caminhar entre as estrelas. Nossos mortos jamais esquecem estas montanhas e vales, pois assim é o rosto de nossa Mãe. Somos parte da terra e ela faz parte de nós. As flores são nossas irmãs; o cervo; os cavalos; a grande águia são nossos irmãos. Os picos rochosos, os sulcos úmidos nas campinas, o calor do potro e o homem - todos pertencem à mesma família. Portanto, o Grande Chefe em Washington manda dizer que deseja comprar a nossa terra, pede muito de nós.

O Grande Chefe diz que irá nos colocar em um lugar onde poderemos viver felizes. Ele será nosso pai e nós seremos seus filhos. Portanto, nós vamos consider a sua oferta de comprar a nossa terra.

Mas isso não será fácil, porque essa água brilhante que corre nos riachos não é apenas água, mas o sangue de nossos antepassados. Se lhe vendermos a terra, eles podem esquecer que o murmúrio das águas é voz dos nosso ancetrais, e as lembranças de tudo o que ocorreu enquanto vivemos aqui.

Sabemos que o homem branco não compreende nossos costumes. Uma porção de terra, para ele, tem o mesmo significado que qualquer outra, pois é um forasteiro que vem á noite e extrai da terra aquilo que se necessita. A terra não é sua irmã, mas uma mulher atraente, e quanto ele a conquista, prossegue seu caminho.

Deixa para trás os túmulos de seus antepassadose não se encomoda. Retira da terra aquilo que seria de seus filhos e não se importa. A sepultura de seus pais e o direito de seus filhos são esquecidos. Trata sua mãe, a terra, e seu irmão, o céu, como coisas ou enfeites coloridos. Seu apetite devorará a terra, deixando somente um deserto.

Eu não sei, nossos costumes são diferentes dos seus. A visão de sua cidades ferem os olhos do homem vermelho. Talvez seja porque o índio é um selvagem e não compreenda. Não há lugar quieto na cidade do homem branco. Nenhum lugar onde se possa ouvir o desabrochar de folhas na primavera ou o bater das asas de um inseto. O ruído parece somente insultar os ouvidos e o que resta da vida se um homem não pode ouvir o choro solitário de uma ave ou o debate dos sapos ao redor de uma lagoa á noite? O que é o homem sem os animais? Se todos os animais se fossem o homem morreria de uma grande solidão de espírito. Pois o que ocorre com os animais breve acontece com o homem. Há uma ligação em tudo.

Tudo o que acontecer à terra, acontecerá aos filhos da terra. Se os homens cospem no solo, estão cuspindo em si mesmos. Isto sabemos: a terra não pertence ao homem, o homem pertence à terra. O homem não tramou o tecido da vida: ele é simplesmente um dos seus fios. Tudo o que fizer ao tecido, fará a si mesmo.

Mesmo o homem branco, cujo Deus caminha e fala com ele de amigo para amigo, não pode estar a fugir desta realidade. De uma coisa estamos certos: nosso Deus é o mesmo Deus deles. A terra Lhe é preciosa, e feri-la é desprezar o Criador. É o final da vida e o início da sobrevivência.

Este texto foi repostado no "O Globo" na coluna de Paulo Coelho. E eu sei que a partir de hoje você procurará reconhecer o quanto algumas coisas realmente valem. O que é Sagrado para você? Você se venderia? Acho que não! Você não está a venda!
Eu confio em você!
Eu não sei se você já parou para pensar nisso, por isso vou chamar sua atenção para este assunto. Todos nós deveriamos saber que motivação vem de casa. Todas as pessoas que vem motivadas de casa têm mais possibilidades de sucesso.

Aqui coloquei algumas dicas que acho importantes, espero que o ajudem a compreender que motivação não é dada pela empresa, motivação vem de dentro e motivo para sermos felizes nós temos de sobra.

Acorde todas as manhã com um sorriso. Esta é mais uma oportunidade que você tem para ser feliz.

Seja seu próprio motor de imaginação. O dia de hoje jamais voltará. Não desperdice, pois você nasceu para ser feliz!

Enumere as boas coisas que você tem na vida. Ao tomar consciência do seu valor, você será capaz de ir em frente com muita força , coragem e confiança.

Trace objetivos para cada dia. Você conquistará seu arco-íris, um dia de cada vez. Seja paciente.

Não se queixe do seu trabalho, do tédio, da rotina, pois é seu trabalho que o mantém alerta, em constante desenvolvimento profissional, além disso, o ajuda a manter a dignidade.

Acredite! Seu valor esta em você mesmo. Não se deixe vencer, não seja igual, seja diferente. Se nos deixarmos vencer, não haverá surpresas, nem alegrias.

Conscientize-se que a verdadeira felicidade está dentro de você. A felicidade não é ter ou alcançar, mas, sim, dar. Estenda sua mão.

O importante de você ter uma atitude positiva diante da vida, ter o desejo de mostrar o que tem de melhor, é que isso produz maravilhosos efeitos colaterais. Não só cria um espaço feliz para os que estão ao seu redor, como também encoraja outra pessoas e serem mais positivas.

O tempo para ser feliz é agora.

O lugar para ser feliz é aqui!

Eu confio em você!
Dicas de Português
Dicas da Língua Portuguesa

Todos precisamos escrever e falar bem. A escrita demonstra a capacidade das pessoas de organizar pensamentos e idéias. Ler e Escrever bem, hoje, é fundamental para um bom funcionário. Ao falar bem um funcionário demonstra sua capacidade de comunicação. Essas Dicas de Português são importantíssimas para uma boa comunicação. Sempre gostei de dar dicas que trazem exemplos. Espero que os leitores gostem e que meus alunos consigam guardar essas Dicas de Redação com esses exemplos divertidos.

Vamos a elas:

1. Deve evitar ao máx. a utiliz. de abrev., etc.

2. É desnecessário fazer-se empregar de um estilo de escrita demasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.

3. Anule aliterações altamente abusivas.

4. não esqueça as maiúsculas no início das frases.

5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.

6. O uso de parêntesis (mesmo quando for relevante) é desnecessário.

7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.

8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou??... então valeu!

9. Palavras de baixo calão, porra, podem transformar o seu texto numa merda.

10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.

11. Evite repetir a mesma palavra pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto onde a palavra se encontra repetida.

12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: "Quem cita os outros não tem idéias próprias".

13. Frases incompletas podem causar

14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou por outras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.

15. Seja mais ou menos específico.

16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!

17. A voz passiva deve ser evitada.

18. Utilize a pontuação corretamente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido especialmente será que ninguém mais sabe utilizar o ponto de interrogação

19. Quem precisa de perguntas retóricas?

20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.

21. Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.

22. Evite mesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"

23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.

24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O seu texto fica horrível!!!!!

25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão da idéia nelas contida e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, desta forma, o pobre leitor a separá-la nos seus diversos componentes de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.

26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.

27. Seja incisivo e coerente, ou não.

28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estar deixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando desta maneira irritante.

29. Outra barbaridade que tu deves evitar chê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu moras, carajo!... nada de mandar esse trem... vixi... entendeu bichinho?

30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá agüentar já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.

Eu sei que com estas dicas, que acabamos de ler, você se esforçará mais para errar menos, e que através desses exemplos, percebeu o quanto a escrita é importante.

Eu confio em você!

Prof. Érico Guimarães Guglielmo - Palestrante Motivacional
Conquistando o Impossível!

Labels

Achieve Language Analista de Suporte Técnico Ansiedade Antoine de Saint Exupèry Apostila Artigo Artigos Aula de Língua Portuguesa Aula Show Aulas Aulas de Inglês Auto-ajuda Avaliação Avaliação de Redação Bragança Paulista Breno Isernhagen Cartão de Visitas Charlie Chaplin Chefe Seattle Clélia Gomes Cliente Clientes Clipping Como Fazer como passar em concursos públicos Concurso Público Conto Copydesk correção de monografia Bragança Paulista correção de trabalhos acadêmicos Bragança CrieAtivo Estúdio de Design Crônicas Currículo Cursos in Company Data Clima Ar Condicionado Deem Desemprego Desenvolvimento de Apostila Desenvolvimento de Cursos Desenvolvimento de Logotipos Desenvolvimento de Material Didático Desenvolvimento de Sites Designer Gráfico Destaque Cidade Dhieily Gularte Diagramação de Livros Dica de Leitura Dicas DICAS DE PORTUGUÊS Dinâmica “quebra-gelo” para o início das aulas Dinâmicas Dinâmicas para as aulas de Inglês Discursos Downloads Downloads de E-book Dúvidas de português dúvidas sobre a língua portuguesa Edital Editora Exhort El Shadai Facilities Elaboração de Textos para Web Empreendedorismo Encontro de Casais Ensino-aprendizagem Entrevista Erico Guimarães Guglielmo Escrita Eu Recomendo Fazer o bem sem olhar a quem Formatação ABNT Formatação de Livro Formatação Vancouver Frases GeOito Publicidade e Marketing Gerenciamento de Rede Social Gerenciamento de Redes Sociais google Google Agenda Google Calendar Gramática Grupo QAP Guia de Atibaia e Região Hardware Hospedagem de Sites HTML IBAV IBBN Igreja Batista Água Viva Igreja Batista Boas Novas Igreja Batista da Lagoinha Informática Institucional Jack Canfield Jejum 00/21 Jejum 01/21 Jejum 02/21 Jejum 03/21 Jejum 04/21 Jejum 2018 João Gomes JoãoH. Gráfica e Editora Jornal do Comércio Jornal Sabadão do Povo Lançamento Leitura Leitura e Produção de Textos Lençóis Paulista Letramento lexico Língua Portuguesa Línguas Logística Manual Marcos Drawer Marketing Marketing Pessoal Mato Grosso MG Microcamp Tecnologia Micropro Minicurrículo Modelos Modelos de Cartas Modelos de Cartas de Agradecimento Modelos de Documentos Motivação MT Nelson Bíblias Notícia Notícias O Japa Faz Opinião Otimização de Sites Palestra Palestra Motivacional Palestrante Palestrante Motivacional Palestras Parceria PCdoB Pergunte ao Revisor PHS PNL Pomar de Ofertas Português Prêmio Visão Prêmios Pro-Currículo PROCAPE ProCurrículo Profissionais da Imprensa Psicopedagogia Rádio Cidade Atibaia Redação Reflexões Registro de domínio Regus Regus do Brasil Revisão de Site revisão de TCC em Bragança Revisão de Textos revisão ortográfica Revista Metadados São Paulo SEBRAS SEDUC Serviços Shopping Center Brag Sidiney Guedes Sistema Educacional Brasileiro Sonho SP Speech Sul de Minas Gerais Tathiane Romanelo Temas Transversais Textos Edificantes The Great Dictator Universidade Norte do Paraná UNOPAR Vasti Morais Verbo Dar Vídeos Webwriting Workshop Zeta Informática

Prof. Érico Guimarães

Minha foto

é professor e conferencista, com amplo conhecimento e experiência em técnicas de Programação Neurolínguistica (PNL), de motivação, comportamento humano, liderança, vendas, comunicação, atendimento e oralidade. Atua em diversos cursos in company e como consultor na área de comunicação para diversas empresas. Ministra palestras de motivação nas áreas de comunicação, administração, liderança, gestão de pessoas, vendas, atendimento ao cliente, marketing e telemarketing para empresas de todo o Brasil. Além disso é colunista em diversos veículos de comunicação. Para mais informações sobre o trabalho do conferencista acesse: www.ericoguimaraes.com.br.
WhatsApp:
(11) 94244-7083

E-mail:
professor.erico@gmail.com

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total Pageviews