Mostrando postagens com marcador Dinâmica “quebra-gelo” para o início das aulas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dinâmica “quebra-gelo” para o início das aulas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Dinâmica das bexigas para o trabalho em equipe


Essa dinâmica serve para evidenciar o valor do trabalho em equipe (grupos), a colaboração entre seus membros e a participação de todos.
Material
Bexigas, cordão para amarrar, caixas de papelão
Preparação
  • Encha todas as bexigas (pode ser com a ajuda dos alunos e coloque-as no chão, de um lado da classe.
  • Divida os alunos em pares.
  • Cada par recebe um número e escolhe uma caixa, escrevendo o número do lado de fora dela.
  • Os alunos levam as caixas vazias com seus números para o outro lado da sala (lado contrário o das bexigas).
Objetivos
Cada par deve transportar as bexigas do chão para o outro lado da sala, onde estão as caixas, e colocar uma a uma em sua caixa. Como estão com as mãos amarradas, deverão fazê-lo encostando-se em seu parceiro, amparando a bexiga no meio dos dois e transportando-a assim.
Ganhará o par que – quando todas as bexigas estiverem nas caixas – tiver o maior número de bexigas em sua respectiva caixa.
Avaliação
Os alunos devem debater:
  • A atividade foi fácil ou difícil?
  • Qual foi a parte mais difícil da atividade: retirar as bexigas do chão, transportá-las sem deixá-las cair e sem estourá-las ou colocá-las na caixa?
  • A atividade seria possível sem a ajuda de seu companheiro?
  • Existem outras atividades que são muito difíceis ou até impossíveis sem a colaboração de outra pessoa?
  • A colaboração de outra pessoa só será benéfica em algumas situações ou será sempre um facilitador?

quarta-feira, 17 de abril de 2013

A Teia


Material -Barbante
(ideal para primeiro dia de aula)
1 novelo grande de barbante

Execução
Coloque na lousa algumas sugestões de perguntas pessoais, tais como:
idade
o que faz além da escola
o que quer fazer no futuro
passatempo predileto
esporte favorito
E tudo o mais que você deseja saber ou ache importante na primeira aula.
Entregue o novelo de barbante a um aluno, diga que terá que segurar a ponta do barbante e jogar o novelo para o aluno para quem vai fazer perguntas.
O aluno segura na ponta do novelo (que mantém o tempo todo em sua mão) e joga para o segundo aluno, faz as perguntas sugeridas e então o aluno que respondeu segura na parte do barbante e joga o novelo para o próximo aluno, que deverá fazer o mesmo.
Ao final, haverá uma enorme “teia”, os alunos riem muito, se divertem e por vezes têm que ajudar para que o novelo chegue ao aluno que responderá as perguntas.
Sugestões e objetivos
Em aulas de idiomas as perguntas podem ser no idioma ensinado e servirão como uma revisão.
Após o jogo, já com a teia montada, pergunte aos alunos:
Seria fácil fazer essa teia sem a ajuda dos outros?
Foi necessária a ajuda de todos para que se formasse?
A colaboração é necessária para se construir alguma coisa?
Saber mais sobre os outros também promove uma “ligação” entre as pessoas?
Até que ponto nos preocupamos com o outro que está na outra ponta do barbante?
O que podemos dizer para essa pessoa?
Que ligações eu tenho com essa pessoa além do barbante?
O que temos em comum?
Também pode-se perguntar (para alunos mais maduros) o que acharam da brincadeira e o que ela lhes sugere.