Recent Posts

Magazine

Smoke

Natural

Feature

Video News

A forma correta de escrita da palavra é deem, sem acento circunflexo. Deem é a forma conjugada do verbo dar na 3.ª pessoa do plural do presente do subjuntivo. A palavra dêem, com acento circunflexo, está errada desde a entrada em vigor do Novo Acordo Ortográfico, em janeiro de 2009.

Verbo dar – presente do subjuntivo:
(Que eu) dê
(Que tu) dês
(Que ele) dê
(Que nós) demos
(Que vós) deis
(Que eles) deem

Exemplos com deem
É urgente que eles deem a confirmação.
Deem ou não deem valor, o que eu faço é importante!
Eu quero que eles deem uma olhada no documento.
O verbo dar se refere ao ato de pôr outra pessoa na posse de algo, de organizar um evento, de transmitir informação, de realizar uma ação, de ser a causa de algo, de suceder um acontecimento, de ter como consequência, de se dedicar, de ter uma relação harmoniosa, de ser suficiente, de bater, de dar conta de, entre outros. Possui vários significados, sendo frequentemente utilizado pelos falantes.

Dar tem sua origem na palavra em latim dare e é sinônimo de conceder, doar, oferecer, fornecer, realizar, informar, originar, provocar, realizar-se, resultar, aplicar-se, adequar-se, bastar, bater, entender,…

Deem e o acordo ortográfico
Segundo o acordo ortográfico, já não deverá ser utilizado o acento circunflexo em verbos com conjugações da 3.ª pessoa do plural terminadas em –eem.

Antes da reforma ortográfica: eles dêem, eles vêem, eles crêem, eles lêem, …
Depois da reforma ortográfica: eles deem, eles veem, eles creem, eles leem, …

Têm e vêm: não confundir!
As formas conjugadas dos verbos vir e ter (e seus derivados) na 3.ª pessoa do plural do presente do indicativo mantêm o acento circunflexo, visto serem terminadas em -em e a retirada do acento circunflexo ter ocorrido apenas nas palavras terminadas em -eem. Assim, conjuga-se: eles têm, eles vêm, eles mantêm, eles detêm,...

Exemplo com terminação -êm
Elas têm saudades de você!
Os viajantes vêm amanhã para o Rio de Janeiro.
Eles detêm todo o poder, não há nada que possamos fazer.
Palavra relacionada: dar.

Fica a Dica:

Currículo profissional, para você baixar e editar, um ótimo modelo, para Word, totalmente indispensável, muito útil, bem elaborado, organizado, basta você baixar este modelo e fazer as edições de acordo com as suas necessidades e desejos.

Mexendo em meus arquivos, acabei achando este currículo, pensei que seria de grande utilidade, então resolvi compartilhar este arquivo, creio que será bem útil.

Mesmo que você não vá utilizar, mas sempre tem um amigo(a) que acaba precisando destes recursos, seja para enviar por email diretamente aos Recursos  Humanos, hoje em dia essa é uma prática bastante normal muitas empresas oferecem estes procedimentos, o que acaba facilitando bastante.

Um modelo simples e bem preciso, um currículo com recursos objetivos, onde em poucas palavras você diz muito sobre a sua vida profissional e ao seu respeito, totalmente produzido para que seja lido rapidamente, o que poderá ser bastante agradável para os consultores dos recursos humanos, recheado de informações realmente relevantes.

Para baixar basta acessar Modelo De Currículo Profissional Para Word

Assista ao Vídeo: Como Fazer um Currículo de Sucesso!


Boa sorte!

Deus te abençoe sempre!
Erros gramaticais e ortográficos devem, por princípio, ser evitados. Alguns, no entanto, como ocorrem com maior frequência, merecem atenção redobrada. O primeiro capítulo deste manual inclui explicações mais completas a respeito de cada um deles.



Veja os 27 mais comuns do idioma e use esta relação como um roteiro para fugir deles (FILHO, 1992).

1. “Mal cheiro”, “mau-humorado”'. Mal opõe-se a bem e mau, a bom. Assim: mau cheiro (bom cheiro), mal-humorado (bem-humorado). Igualmente: mau humor, mal-intencionado, mau jeito, mal-estar.

2. “Fazem” cinco anos. Fazer, quando exprime tempo, é impessoal: Faz cinco anos. / Fazia dois séculos. / Fez 15 dias.

3. “Houveram” muitos acidentes. Haver, como existir, também é invariável: Houve muitos acidentes. / Havia muitas pessoas. / Deve haver muitos casos iguais.

4. “Existe” muitas esperanças. Existir, bastar, faltar, restar e sobrar admitem normalmente o plural: Existem muitas esperanças. / Bastariam dois dias. / Faltavam poucas peças. / Restaram alguns objetos. / Sobravam ideias.

5. Para “mim” fazer. Mim não faz, porque não pode ser sujeito. Assim: Para eu fazer, para eu dizer, para eu trazer.

6. Entre “eu” e você. Depois de preposição, usa-se mim ou ti: Entre mim e você. / Entre eles e ti.

7. “Há” dez anos “atrás”. Há e atrás indicam passado na frase. Use apenas há dez anos ou dez anos atrás.

8. “Entrar dentro”. O certo: entrar em. Veja outras redundâncias: Sair fora ou para fora, elo de ligação, monopólio exclusivo, já não há mais, ganhar grátis, viúva do falecido.

9. “Venda à prazo”. Não existe crase antes de palavra masculina, a menos que esteja subentendida a palavra moda: Salto à (moda de) Luís XV. Nos demais casos: A salvo, a bordo, a pé, a esmo, a cavalo, a caráter.

10. “Porque” você foi? Sempre que estiver clara ou implícita a palavra razão, use por que separado: Por que (razão) você foi? / Não sei por que (razão) ele faltou. / Explique por que razão você se atrasou. Porque é usado nas respostas: Ele se atrasou porque o trânsito estava congestionado.

11. Vai assistir “o” jogo hoje. Assistir como presenciar exige a: Vai assistir ao jogo, à missa, à sessão.  Outros verbos com a: A medida não agra-dou (desagradou) à população. / Eles obedeceram (desobedeceram) aos avisos. / Aspirava ao cargo de diretor. / Pagou ao amigo. / Respondeu à carta. / Sucedeu ao pai. / Visava aos estudantes.

12. Preferia ir “do que” ficar. Prefere-se sempre uma coisa a outra: Preferia ir a ficar. É preferível segue a mesma norma: É preferível lutar a morrer sem glória.

13. O resultado do jogo, não o abateu. Não se separa com vírgula o sujeito do predicado. Assim: O resultado do jogo não o abateu. Outro erro: O prefeito prometeu, novas denúncias. Não existe o sinal entre o predicado e o complemento: O prefeito prometeu novas denúncias.

14. Não há regra sem “excessão”. O certo é exceção. Veja outras grafias erradas e, entre parênteses, a forma correta: “paralizar” (paralisar), “beneficiente” (beneficente), “xuxu” (chuchu), “previlégio” (privilégio), “vultuoso” (vultoso), “cincoenta” (cinquenta), “zuar” (zoar), “frustado” (frustrado), “calcáreo” (calcário), “advinhar” (adivinhar), “benvindo” (bem-vindo), “ascenção” (ascensão), “pixar” (pichar), “impecilho” (empecilho), “envólucro” (invólucro).

15. Quebrou “o” óculos. Concordância no plural: os óculos, meus óculos. Da mesma forma: Meus parabéns, meus pêsames, seus ciúmes, nossas férias, felizes núpcias.

16. Comprei “ele” para você. Eu, tu, ele, nós, vós e eles não podem ser objeto direto. Assim: Comprei-o para você. Também: Deixe-os sair, mandou-nos entrar, viu-a, mandou-me.

17. Nunca “lhe” vi. Lhe substitui a ele, a eles, a você e a vocês e por isso não pode ser usado com objeto direto: Nunca o vi. / Não o convidei. / A mulher o deixou. / Ela o ama.

18. “Aluga-se” casas. O verbo concorda com o sujeito: Alugam-se casas. / Fazem-se consertos. / É assim que se evitam acidentes. / Compram-se terrenos. / Procuram-se empregados.

19. “Tratam-se” de. O verbo seguido de preposição não varia nesses casos: Trata-se dos melhores profissionais. / Precisa-se de empregados. / Apela-se para todos. / Conta-se com os amigos.

20. Chegou “em” São Paulo. Verbos de movimento exigem a, e não em: Chegou a São Paulo. / Vai amanhã ao cinema. / Levou os filhos ao circo.

21. Atraso implicará “em” punição. Implicar é direto no sentido de acarretar, pressupor: Atraso implicará punição. / Promoção implica responsabilidade.

22. Vive “às custas” do pai. O certo: Vive à custa do pai. Use também em via de, e não “em vias de”: Espécie em via de extinção. / Trabalho em via de conclusão.

23. Todos somos “cidadões”. O plural de cidadão é cidadãos. Veja outros: caracteres (de caráter), juniores, seniores, escrivães, tabeliães, gângsteres.

24. O ingresso é “gratuíto”. A pronúncia correta é gratúito, assim como circúito, intúito e fortúito (o acento não existe e só indica a letra tônica). Da mesma forma: flúido, condôr, recórde, aváro, ibéro, pólipo.

25. A última “seção” de cinema. Seção significa divisão, repartição, e sessão equivale a tempo de uma reunião, função: Seção Eleitoral, Seção de Esportes, seção de brinquedos; sessão de cine-ma, sessão de pancadas, sessão do Congresso.

26. Vendeu “uma” grama de ouro. Grama, peso, é palavra masculina: um grama de ouro, vitamina C de dois gramas. Femininas, por exemplo, são a agravante, a atenuante, a alface, a cal, etc.

27. “Porisso”. Duas palavras, por isso, como de re-pente e a partir de.




A Zeta Informática é uma empresa consolidada em Bragança Paulista - SP e já atendeu a milhares de clientes em toda Região Bragantina e Sul de Minas Gerais.

Em Novembro de 2016 Zeta Informática Contrata Desenvolvimento de Sites e Gerenciamento de Rede Social visando crescer e driblar a crise pela qual todos passamos, mas "com um planejamento de marketing bem elaborado, poderemos crescer sem medo da crise." Explicou na época o proprietário Matheus.

Hoje passada a crise e atendendo cada vez mais clientes a Zeta Informática evoluiu seu atendimento e ampliou seu suporte atendendo clientes de Extrema - MG e toda a Região Administrativa de Campinas - SP.

"Com nosso crescimento antecipamos a renovação de nossa hospedagem de sites com a Érico Guimarães Profissionais Associados, estamos felizes com o trabalho do Érico e com nossa ampliação precisamos ter profissionais de confiança ao nosso lado, para a Zeta Informática a crise já passou!", declarou o proprietário Matheus.

Com a renovação dos serviços de Hospedagem de Sites para 2018, a Zeta Informática se mantem preparada para o sucesso que vem pela frente!

Labels

Achieve Language Analista de Suporte Técnico Ansiedade Antoine de Saint Exupèry Apostila Artigo Artigos Aula de Língua Portuguesa Aula Show Aulas Aulas de Inglês Auto-ajuda Avaliação Avaliação de Redação Bragança Paulista Breno Isernhagen Cartão de Visitas Charlie Chaplin Chefe Seattle Clélia Gomes Cliente Clientes Clipping Como Fazer como passar em concursos públicos Concurso Público Conto Copydesk correção de monografia Bragança Paulista correção de trabalhos acadêmicos Bragança CrieAtivo Estúdio de Design Crônicas Currículo Cursos in Company Data Clima Ar Condicionado Deem Desemprego Desenvolvimento de Apostila Desenvolvimento de Cursos Desenvolvimento de Logotipos Desenvolvimento de Material Didático Desenvolvimento de Sites Designer Gráfico Destaque Cidade Dhieily Gularte Diagramação de Livros Dica de Leitura Dicas DICAS DE PORTUGUÊS Dinâmica “quebra-gelo” para o início das aulas Dinâmicas Dinâmicas para as aulas de Inglês Discursos Downloads Downloads de E-book Dúvidas de português dúvidas sobre a língua portuguesa Edital Editora Exhort El Shadai Facilities Elaboração de Textos para Web Empreendedorismo Encontro de Casais Ensino-aprendizagem Entrevista Erico Guimarães Guglielmo Escrita Eu Recomendo Fazer o bem sem olhar a quem Formatação ABNT Formatação de Livro Formatação Vancouver Frases GeOito Publicidade e Marketing Gerenciamento de Rede Social Gerenciamento de Redes Sociais google Google Agenda Google Calendar Gramática Grupo QAP Guia de Atibaia e Região Hardware Hospedagem de Sites HTML IBAV IBBN Igreja Batista Água Viva Igreja Batista Boas Novas Igreja Batista da Lagoinha Informática Institucional Jack Canfield Jejum 00/21 Jejum 01/21 Jejum 02/21 Jejum 03/21 Jejum 04/21 Jejum 2018 João Gomes JoãoH. Gráfica e Editora Jornal do Comércio Jornal Sabadão do Povo Lançamento Leitura Leitura e Produção de Textos Lençóis Paulista Letramento lexico Língua Portuguesa Línguas Logística Manual Marcos Drawer Marketing Marketing Pessoal Mato Grosso MG Microcamp Tecnologia Micropro Minicurrículo Modelos Modelos de Cartas Modelos de Cartas de Agradecimento Modelos de Documentos Motivação MT Nelson Bíblias Notícia Notícias O Japa Faz Opinião Otimização de Sites Palestra Palestra Motivacional Palestrante Palestrante Motivacional Palestras Parceria PCdoB Pergunte ao Revisor PHS PNL Pomar de Ofertas Português Prêmio Visão Prêmios Pro-Currículo PROCAPE ProCurrículo Profissionais da Imprensa Psicopedagogia Rádio Cidade Atibaia Redação Reflexões Registro de domínio Regus Regus do Brasil Revisão de Site revisão de TCC em Bragança Revisão de Textos revisão ortográfica Revista Metadados São Paulo SEBRAS SEDUC Serviços Shopping Center Brag Sidiney Guedes Sistema Educacional Brasileiro Sonho SP Speech Sul de Minas Gerais Tathiane Romanelo Temas Transversais Textos Edificantes The Great Dictator Universidade Norte do Paraná UNOPAR Vasti Morais Verbo Dar Vídeos Webwriting Workshop Zeta Informática

Prof. Érico Guimarães

Minha foto

é professor e conferencista, com amplo conhecimento e experiência em técnicas de Programação Neurolínguistica (PNL), de motivação, comportamento humano, liderança, vendas, comunicação, atendimento e oralidade. Atua em diversos cursos in company e como consultor na área de comunicação para diversas empresas. Ministra palestras de motivação nas áreas de comunicação, administração, liderança, gestão de pessoas, vendas, atendimento ao cliente, marketing e telemarketing para empresas de todo o Brasil. Além disso é colunista em diversos veículos de comunicação. Para mais informações sobre o trabalho do conferencista acesse: www.ericoguimaraes.com.br.
WhatsApp:
(11) 94244-7083

E-mail:
professor.erico@gmail.com

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total Pageviews